Ciências Agrárias: NAP oferta cursos em processamento de imagens de drones e de satélites

Profissionalização conta com versões online e híbrida (online/presencial)

08 de Outubro de 2020 - 16:01

O NAP (Núcleo de Aperfeiçoamento Profissional) está com as matrículas abertas para os cursos de Processamento de Imagens de Drones e de Satélites. A profissionalização é destinada a acadêmicos e atuantes das ciências agrárias que trabalham ou possuem interesse em agricultura de precisão. 

O objetivo do curso, como deixa claro o nome, é dar capacitação para processamento de imagens aéreas geradas por Drones (VANTs/RPA) ou satélites para a quantificação de índices de vegetação (MPRI, VARI e NDVI) em áreas agrícolas. O NAP oferece o curso em versão 100% online e em versão híbrida (online/presencial).

O curso online ocorre no dia 24 das 8h às 12h, e 31 de outubro, das 8h às 12h e das 13h às 17h, perfazendo um total de 12h em aulas ao vivo. São 20 vagas e o investimento é de R$ 280. Já o curso híbrido ocorre no dia 14 de novembro, das 8h às 12h (aulas online) e no dia 21 das 8h às 17h (aulas presenciais), somando 12h de atividades. São 15 vagas e o investimento é de R$ 280 para acadêmicos da FAG/Dom Bosco e R$ 320 para profissionais e público externo. Em ambas as modalidades os valores podem ser parcelados em 3x nos cartões de crédito. Todas as aulas são realizadas em sábados.

Os cursos que contam com a participação do professor doutor Esmael Lopes dos Santos, serão divididos em três grandes momentos: 

Sensoriamento remoto (Níveis de coleta de dados; Elementos do Sensoriamento Remoto; Radiação Eletromagnética (REM); Espectro eletromagnético de energia; Refletância, Absortância e Transmitância; Assinatura Espectral; Câmeras digitais multiespectrais; Características de sistemas sensores; Resolução Espacial; e Índices de vegetação). 

2º Imagens de satélite (Como baixar pelo site Earth Explorer; Tratamento e classificação de imagem (QGis); Geração de NDVI; Classificação do NDVI em Alto, Baixo e Médio; Quantificação de área em Alto, Baixo e Médio; Geração de mapas de calor com NDVI para identificar variabilidade espacial). 

3º Imagens geradas por drone (Geração de Ortomosaico, Tratamento e classificação de imagem (QGis), Geração de MPRI, Classificação do MPRI em Alto, Baixo e Médio, Quantificação de área em Alto, Baixo e Médio, Geração de mapas de calor com MPRI para identificar variabilidade espacial).

Para mais informações, a Coordenação de Pós-Graduação e o NAP estão à disposição pelos telefones: (45) 3321-3964 e (45) 3321-3756, WhatsApp: (45) 98426-8380, também pelo e-mail: [email protected] e pessoalmente no térreo do Bloco 4, da FAG Cascavel. As matrículas do curso online podem ser feitas clicando aqui, e do curso híbrido clicando aqui.

Reportagem Silvio Matos, acadêmico do 8º período de Jornalismo.


A Faculdade Dom Bosco desenvolve suas atividades no campus da Fundação da Assis Gurgacz, em regime de comodato desde 2002 quando se deu sua incorporação.
A Diretoria e a Secretária Acadêmica da Faculdade Dom Bosco estão localizadas no primeiro piso do prédio da Reitoria. A Biblioteca, Tesouraria, Ouvidoria, RH e demais setores de apoio administrativo e pedagógico, estão localizados no mesmo prédio, com exceção do protocolo que atende no Bloco I.

A maioria das atividades acadêmicas da Faculdade Dom Bosco são realizadas no Bloco IV, onde estão distribuídas as salas de aula, laboratórios de informática, sala de professores e coordenações dos cursos. Contudo, outros espaços são pontualmente utilizados para atender necessidades específicas como o caso do Curso de Tecnologia em Design de Interiores, que desenvolve parte de suas atividades no Bloco das Engenharias. O Curso de Tecnologia em Estética e Cosmética por sua vez, desenvolvem atividades nos laboratórios do Bloco I e na Clínica de Reabilitação.