Luiz Felipe Pondé reflete sobre a educação pós-pandemia

Filósofo foi o palestrante de abertura do I Congresso de Formação Docente

09 de Fevereiro de 2021 - 18:56

O filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé abriu o I Congresso de Formação Docente com o tema "Os desafios da educação após a pandemia". Pondé levou os professores a refletirem sobre os rumos da formação profissional em instituições de ensino no Brasil, com base no contexto histórico e na experiência tecnológica vivenciada durante a suspensão das aulas presenciais. 

"O processo da pandemia acabou fazendo com que muitas escolas experimentassem, de forma mais atenta e mais ativas, modos distintos de transmissão de conteúdo. Aquilo que ninguém conseguia fazer em sete anos, nós fizemos em sete meses, porque a necessidade é a mãe de todas as transformações", reflete Pondé.

Capacitação docente

Na solenidade de abertura, Aline Gurgacz Ferreira Meneghel, foi apresentada oficialmente como pró-reitora de ensino, pesquisa, extensão e pós-graduação. Ela, que foi uma das organizadoras do evento, juntamente com as pró-reitorias administrativa e acadêmica, diz que o intuito do congresso é recepcionar os docentes, para o início do ano letivo, com conteúdo de atualização. "Participamos de cursos, congressos virtuais e observamos o mercado, com isso trouxemos os melhores nomes para reforçar o conhecimento e o currículo dos nossos professores, com conteúdo que acreditamos ser importantes para o que a nossa instituição precisa e quer para o futuro", ressalta a pró-reitora. 

O pró-reitor acadêmico, Afonso Cavalheiro Neto, reforçou sobre o retorno seguro das aulas presenciais, no dia 22 de fevereiro, para alunos e professores. "Fomos a primeira instituição de ensino de Cascavel a interromper as aulas quando começou a pandemia. Quando no final do ano passado os decretos autorizaram o retorno, fizemos pesquisa com nossos alunos que optaram pela não retomada. Agora já estamos adaptados, assim como os demais setores da economia. Evoluímos em nossas rotinas de cuidados e estamos prontos para garantir a segurança de todos". 

O congresso é a evolução da tradicional semana pedagógica e contou com público externo, que acompanhou virtualmente, e com professores do Centro FAG, Faculdade Dom Bosco, FAG Toledo e Colégio FAG.

O evento segue durante a semana conforme a programação:

  • 09/02 - 19h30 / José Salibi Neto, "Transformação Educacional em uma Era de Rupturas";
  • 10/02 - 19h30 / Ronaldo Mota, "Novas Tecnologias e Metodologias Inovadores em Educação";
  • 11/02 - 19h30 / Paulo Tomazinho, "Neurociências de Aprendizagem, Evidências Científicas da Aprendizagem e Didática Assimétrica";
  • 12/02 - 19h30 / Andreia Inamorato, "Competências Digitais Docentes: Referenciais e Práticas do Continente Europeu".



A Faculdade Dom Bosco desenvolve suas atividades no campus da Fundação da Assis Gurgacz, em regime de comodato desde 2002 quando se deu sua incorporação.
A Diretoria e a Secretária Acadêmica da Faculdade Dom Bosco estão localizadas no primeiro piso do prédio da Reitoria. A Biblioteca, Tesouraria, Ouvidoria, RH e demais setores de apoio administrativo e pedagógico, estão localizados no mesmo prédio, com exceção do protocolo que atende no Bloco I.

A maioria das atividades acadêmicas da Faculdade Dom Bosco são realizadas no Bloco IV, onde estão distribuídas as salas de aula, laboratórios de informática, sala de professores e coordenações dos cursos. Contudo, outros espaços são pontualmente utilizados para atender necessidades específicas como o caso do Curso de Tecnologia em Design de Interiores, que desenvolve parte de suas atividades no Bloco das Engenharias. O Curso de Tecnologia em Estética e Cosmética por sua vez, desenvolvem atividades nos laboratórios do Bloco I e na Clínica de Reabilitação.