O CURSO

O Bacharelado em Inteligência Artificial é uma porta de entrada para o futuro, equipando profissionais com o conhecimento e as habilidades necessárias para navegar e liderar na vanguarda da inovação tecnológica. Este curso não apenas oferece uma base sólida em teorias e princípios fundamentais da IA, como algoritmos de aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural, mas também garante que os estudantes ganhem experiência prática em aplicações críticas, desde análise de dados até o desenvolvimento de sistemas inteligentes avançados

Duração: 4 anos

Carga horária: 3.200 horas

Período: Noturno

Timeline da Inteligência Artificial

1950s: A formalização da IA como um campo de estudo acadêmico iniciou-se com a proposta do teste de Turing por Alan Turing em 1950, que ofereceu um critério para a inteligência em máquinas.

Em 1956, o campo ganhou seu nome na conferência de Dartmouth, onde o termo
"inteligência artificial" foi cunhado por John McCarthy, Marvin Minsky, Allen Newell, e Herbert A. Simon, marcando o nascimento oficial da IA como um campo científico.

1960s-1970s: Esta era viu o desenvolvimento de sistemas baseados em regras e o início da pesquisa em redes neurais. Porém, as limitações tecnológicas da época restringiam o progresso. Apesar disso, surgiram os primeiros robôs industriais, e a IA começou a ser aplicada em problemas simples de otimização e dedução.

1980s: O interesse pela IA foi renovado com o advento dos sistemas especialistas, que simulavam o entendimento e a análise humana em campos específicos, como medicina e geologia. Esta década também testemunhou o início dos primeiros "invernos da IA", períodos de desilusão e redução de financiamento, devido às expectativas infladas não atendidas.

1990s: A introdução de algoritmos de aprendizado de máquina e a maior disponibilidade de dados e poder computacional revigoraram o campo. A vitória do Deep Blue da IBM sobre o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov em 1997 demonstrou o potencial da IA em superar humanos em tarefas específicas.

2000s: Avanços em aprendizado profundo, processamento de linguagem natural e visão computacional levaram a aplicações de IA mais sofisticadas e acessíveis. Reconhecimento de voz e assistentes virtuais começaram a se tornar comuns em dispositivos do cotidiano.

2010s-Atualidade: A IA tornou-se uma força onipresente na sociedade, impulsionando inovações em saúde, finanças, transporte, e além. Desenvolvimentos como redes neurais convolucionais e sistemas de IA como o AlphaGo da DeepMind demonstram capacidades que vão desde reconhecimento de imagem até superar humanos em jogos complexos.

icone do footer graduações
Tem interesse pelo curso de Inteligência Artificial?
Entre em contato com a Coordenação.







Coordenação
Inteligência Artificial
Prof. Sergio Mota
(45) 3321-3780