X
USUÁRIO

SENHA

AGUARDE


Primeiro Acesso ao Sagres?
Clique aqui.


Cascavel - 30 de Outubro de 2018 - 22:04
Colegiado de Farmácia tem dois novos Doutores
Marido e mulher, em um espaço de tempo de dois dias, conquistaram a nova titulação

O colegiado de Farmácia tem dois novos Doutores: o professor, Claudinei Mesquita da Silva e a professora, Leyde Peder. Marido e mulher, em um espaço de tempo de dois dias, conquistaram a nova titulação, o que representa uma conquista profissional para ambos e vários pontos positivos à graduação do Centro Universitário FAG.

Claudinei concluiu o Doutorado em Ciências, área Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). O título de seu trabalho foi: "Soroprevalência do VHB e VHC e sua associação com células T CD4+ em indivíduos HIV positivo". "De forma resumida, no doutorado realizei uma revisão sistemática com metanálise, um estudo transversal e um estudo longitudinal retrospectivo do efeito da coinfecção do VHB ou VHC na contagem de células T CD4+ entre indivíduos infectados pelo HIV. Os resultados da metanálise mostraram que contagem de células T CD4+ foram significativamente maiores nos indivíduos monoinfectados pelo HIV quando comparados aos HIV-VHB e HIV-VHB-VHC. No estudo transversal, a soroprevalência das coinfecções HIV-VHB, HIV-VHC e HIV-VHB-VHC foram de 3,10%, 3,10% e 0,16%, respectivamente. A contagem média de células T CD4+ e a relação CD4/CD8 foram significativamente maiores nos grupos coinfectados HIV-VHB e HIV-VHC após 24 meses de TARV, comparados com os valores pré-TARV. No estudo longitudinal retrospectivo, não houve associação estatística da contagem de células T CD4+ e relação CD4/CD8 na fase pré-TARV quando se comparou indivíduos HIV-VHB e HIV-VHC com os monoinfectados pelo HIV. No entanto, indivíduos  HIV-VHC apresentaram perfis médios significativamente menores das contagens de células T CD4+ quando comparados com indivíduos monoinfectados pelo HIV", expõe.

Leyde, por sua vez, finalizou o Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Biociências e Fisiopatologia, também da UEM. O título do trabalho foi "Prevalência e preditores ao Papillomavirus humano em pacientes atendidos no Cedip". "Meu doutorado foi um estudo epidemiológico em que foi determinada a prevalência do Papillomavirus humano (HPV) em pacientes atendidos no Cedip-Centro Especializado em Doenças Infecto Parasitárias, bem como os fatores de risco relacionados aos pacientes infectados. Esses dados ajudam na definição das características das pessoas afetadas pela infecção para determinação de medidas de prevenção e controle para populações com características semelhantes. Também realizei uma revisão sistemática em que foi determinada a prevalência de HPV em pacientes com câncer genital não cervical, assim como os principais tipos de HPV envolvidos. Isso ajuda na determinação do papel do HPV no desenvolvimento de câncer e na determinação da necessidade de modos preventivos como vacinas para tipos específicos de HPV, que levam ao desenvolvimento de câncer", detalha.

Depois de quatro anos de muita luta, o sentimento é de gratidão e satisfação pela conquista. "Agradeço a todos que de uma maneira ou outra colaboraram um pouquinho com minha conquista", destaca Leyde. "O sentimento é de dever cumprido. Espero agora transmitir o conhecimento que eu absorvi durante os anos do doutorando para meus alunos do Centro FAG", complementa Claudinei. 



 
 



ESPALHE ESSA NOTÍCIA




Avenida das Torres, 500 | Loteamento FAG | Cascavel | Paraná | Phone +55 (45) 3321-3900 | CEP 85806-095
Copyright FAG | Desenvolvido por House FAG