Centro Universitário FAG

Curso de Arquitetura entrega restauração de altar, e peça histórica voltará ao distrito de São João

Os alunos colocaram a mão na massa, com lixamento, enxerto e pintura do altar, tudo para que o passado e o presente pudessem se encontrar na obra

03/05/2019


A restauração é um ato minucioso, que exige cuidado e técnica. Foi cumprindo com esses requisitos que o curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário FAG restaurou e entregou à Prefeitura Municipal de Cascavel o altar da Igreja do Lago Municipal. A ação tem grande valor histórico e cultural, extrapolando a possibilidade de os alunos exercitarem técnicas retrospectivas. Ou seja, os alunos estão aprendendo e, além disso, contribuindo para a preservação de um patrimônio do município.

O altar da Igreja do Lago foi construído para integrar o espaço da Igreja Nossa Senhora de Fátima no distrito São João D'Oeste. A obra foi inaugurada em 1960, pelo então arcebispo de Toledo, Dom Armando Círio.  Em 1987, por iniciativa do prefeito Fidelcino Tolentino, a Igreja foi transferida para o Parque Ecológico Paulo Gorski. A transferência gerou um processo detalhado de recuperação para preservação do estilo singular. Reinaugurada em 1993, transformou-se em patrimônio histórico e artístico cultural. Agora, a peça restaurada pelos acadêmicos, sob orientação da professora Sandra Mattei Cardoso, retornará à comunidade de origem.

A professora Sandra Magda Mattei Cardoso, na disciplina de Técnicas Retrospectivas, envolveu diversas turmas no restauro durante as aulas e através de Projeto de Extensão. Para ela, esse trabalho oportuniza ao aluno ver a diferença entre os projetos de arquitetura e de restauro. "O processo começa pela postura do arquiteto frente a estes projetos, e principalmente na fase inicial dos mesmos. Enquanto no projeto de arquitetura a criação do arquiteto é livre, podendo projetar segundo sua imaginação, deixar a marca da sua obra, tendo como parâmetros o programa e a legislação referente a índices urbanísticos, no projeto de restauro o edifício já existe e possui um valor que se sobressai a qualquer outra atitude. É o edifício que deve prevalecer, não o artista (arquiteto)", destaca.

A ação do tempo trouxe alguns prejuízos ao altar da Igreja, que acabou tomado por cupins. Os problemas começaram a ser solucionados em 2006 pelo curso de Arquitetura da FAG e, agora, os cascavelenses podem ver reproduzido aquele mesmo altar de 1960. "Ficar com essa peça em nosso Laboratório por todos esses anos oportunizou que vários alunos pudessem participar desse processo. É de extrema relevância, já que a Restauração é uma importante atribuição do arquiteto", destaca a Coordenadora do curso, Solange Smolarek Dias.

A ação de restauro vai além de colocar em melhor estado ou fazer reparos, deve proporcionar um novo início, um "começar mais uma vez" para o edifício ou peça a ser restaurado. E é esse processo que vem sendo realizado no Laboratório de Técnicas Retrospectivas, através de um projeto que envolve levantamentos, pesquisas e planejamento. "Tudo começa com o levantamento histórico, com a declaração de significância do bem, que é um documento que visa alertar para a importância do bem patrimonial em seu contexto histórico, artístico e cultural. Busca apontar diante do levantamento de informações documentais, relatos orais e imagens a trajetória pela qual o bem passou e que revelam seu valor intrínseco e a permanência de sua autenticidade. Funciona como uma justificativa do valor do objeto para a história e cultura local o que reforça a necessidade de sua proteção e conservação", explica a professora.

Em seguida, segundo Sandra, é feito o levantamento métrico que serve como documento para a intervenção e restauração, registrando graficamente a edificação em todos os seus elementos e características arquitetônicas. "Nesse estudo, trabalhou-se a partir de fotografias digitais atuais. As fotos foram escaladas a partir de medições feitas no objeto, desenhando todos os elementos principais e detalhes do objeto em vistas - superior frontal, posterior, laterais e cortes. As dimensões foram ajustadas as do levantamento in loco", esclarece.

O altar possuía lacunas, então a restauração teve a função de resgatar sua integridade, "diferentemente de um projeto de reforma, que implica modificações das características arquitetônicas, o projeto de restauração propõe soluções que se harmonizam à configuração físico-espacial do bem e que não alteram a sua concepção original", aponta a professora Sandra.

Os alunos colocaram a mão na massa, com lixamento, enxerto e pintura do altar, tudo para que o passado e o presente pudessem se encontrar na obra. A entrega ao município ocorreu nesta quinta-feira (02). Neste sábado (04) a professora irá montá-lo na comunidade e, no dia 12 de maio, o Reitor Assis Gurgacz fará a entrega oficial durante uma celebração no distrito. "É um misto de sensações: sentimento de dever cumprido, mas também de um aperto no peito, uma vez que se cria uma relação de apego ao objeto. Iniciei esse processo como acadêmica e, agora, finalizo como professora do curso. Estou muito feliz com o resultado", encerra Sandra. 

1563219728.jpg
Vestibular Agendado: Psicologia, uma profissão com múltiplas atuações
15
Julho
2019 Cascavel
1563218174.jpg
Minicurso de Perícia para Seguro Agrícola é ofertado pelo NAP
15
Julho
2019 Cascavel
1563216920.jpg
Biológicas: Projeto Agenda 21 na Comunidade leva conhecimentos de educação ambiental à população
15
Julho
2019 Cascavel
1563212534.JPG
Com analogia entre futebol e gestão de empresas, professor Everton Roman lança novo livro
15
Julho
2019 Cascavel
1563208092.jpeg
III COMUOPAR Internacional abordará os desafios da Medicina de Emergência no Brasil
15
Julho
2019 Cascavel
1562963580.JPG
Paciente das Clínicas FAG conquista quatro ouros nos PARAJAPS
12
Julho
2019 Cascavel
1562959387.jpg
Acadêmica de Medicina Veterinária aproveita férias para aprendizado sobre camarões na UFPR
12
Julho
2019 Cascavel
1562958089.jpg
Alunos da Pós em Design de Interiores realizam intervenções em atelier
12
Julho
2019 Cascavel
1562950373.jpg
Professoras e alunos de Arquitetura prestigiam lançamento de marca de mobiliário
12
Julho
2019 Cascavel
1562949805.jpg
Hortitec: Professora de Agronomia participa de maior evento de horticultura da América do Sul
12
Julho
2019 Cascavel
1562948864.JPG
Intestino como Maestro Metabólico: NAP traz Murilo Pereira para curso na FAG
12
Julho
2019 Cascavel
1454434995.jpg
Centro Universitário FAG funciona em horário diferenciado
08
Julho
2019 Cascavel